terça-feira, 11 de novembro de 2008

Sonhei contigo,
disse-te com a boca cheia de palavras doces.
Alivias-te a minha dor,
pegas-te a minha mão.
Beijaste-me.
Beijo tão profundo que me deu olhos para ver o quanto os teus olhos brilhavam.
Estavas comigo tão intensamente.
Teus dedos mergulharam em minhas madeixas
e pentearam carinhosamente meus pensamentos.
Penetras-te o meu coração e encheste-me de paz.
Assim anoiteceu.
Chegaram as badaladas da madrugada e uma lágrima caiu.
Badalaram em meu corpo e em teu corpo também.
Estremeci mas cantarolei como um pássaro que voa livremente num céu qualquer.
Não pedi permissão para estar aqui.
Pedi apenas para que não chovesse e para que esta noite ao relento
durasse para sempre!


Lenny nr 7 (com direitos de autor)

4 comentários:

Anónimo disse...

amt lena. ta lindo
ass: Carlos

11ºE disse...

Tens jeito pra poemas,
Muito bem :)
eu fico-me pelas reflexoes pois a minha vida é feita delas.

:S

11ºE disse...

marina nº11

Verónica Fraga nº18 disse...

Lindo, lindo.... Muito profundo, muito poético, muito sentido... Excelente!!!!