quarta-feira, 5 de novembro de 2008


Não sei porquê esta adoração por Chuva, nem sei o porquê de dizê-lo aqui e mais absurdo nem sei o propósito de estar aqui a escreve-lo neste sitio, mas de facto faz-me bem.
ela é tudo aquilo que aprecio em alguém, a sensibilidade, o carinho, a leveza...Os meus olhos brilham ao olhar pela janela e ver as gotas escorrendo como se fossem lágrimas .
Afinal o que não é banal é que fica na historia,
A chuva ,para mim, será sempre a coisas mais preciosa do Mundo.
(Um simples desabafo, que não deixa de ser filosófico, por ser sobre a chuva)
Marina nº11

1 comentário:

Verónica nº18 disse...

Amei o texto e concordo em tudo contigo....

Eu acho que a chuva nos faz filosofar, porque descobre o lado mais gracioso de um Mundo liderado pela preocupação e extremo "stress", a chuva permite-nos relaxar e abrir a nossa mente perante semelhantes lágrimas cristalinas, indubitáveis portadoras do choro de um céu que se cansa da hipocrisia dum Planeta que todos os dias vigia...

Beijinhos*